divulgação pos doc

No último Encontro Nacional do Programa de Formação de Recursos Humanos da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (PRH-ANP), realizado em celebração aos 25 anos do programa, alunos do PRH-41 se destacaram com apresentações de trabalhos de grande relevância para o setor energético.

Entre os destaques, Matheus Prado, bolsista de graduação do PRH-41.1 e estudante de Engenharia Elétrica na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), apresentou seu trabalho intitulado "Análise de Viabilidade Técnico-Econômica da Produção de Hidrogênio Verde no Porto do Açu". O estudo explora o potencial de produção de hidrogênio verde utilizando energia eólica offshore no Porto do Açu, destacando a infraestrutura portuária e a conectividade com o grid nacional de energia como fatores-chave para a viabilidade do projeto. Segundo Prado, a produção de hidrogênio verde pode posicionar o Brasil como líder na transição energética, contribuindo para a redução das emissões de carbono e promovendo o desenvolvimento econômico e a geração de empregos.

Pedro Maia, doutorando do PRH-41.1 no Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ, também teve uma apresentação notável com seu pôster sobre "Análise de Estratégias de Descarbonização da Aviação Global". O trabalho de Maia aborda a urgência da descarbonização do setor de aviação, considerado um dos mais desafiadores em termos de redução de emissões. A pesquisa foca na produção e uso de Combustíveis Sustentáveis de Aviação (SAF) e utiliza modelagem integrada para avaliar a eficácia de diferentes estratégias de descarbonização. O estudo projeta um aumento significativo na demanda global por aviação até 2040 e destaca a necessidade de soluções tecnológicas para reduzir as emissões do setor.

Outro destaque foi o trabalho de Julia Paletta Crespo sobre "O Phase-out do Setor de O&G: Uma Análise Sobre a Compensação dos Ativos sob Contrato". Julia, bolsista do PRH-41.1, explorou as implicações da transição energética para o setor de óleo e gás, focando na compensação dos ativos sob contrato. Sua pesquisa aborda a necessidade de estratégias eficazes para a desativação de ativos de O&G em um contexto de mudanças climáticas. Julia agradeceu à Rystad Energy pelo suporte através do fornecimento de dados e análises, que foram essenciais para a realização do estudo.

O evento, além de celebrar os 25 anos do PRH-ANP, serviu como uma plataforma para a troca de conhecimento e incentivo à pesquisa e desenvolvimento entre estudantes, pesquisadores e profissionais do setor. A ANP e demais instituições parceiras foram reconhecidas por seu suporte contínuo aos programas de formação, que são essenciais para o avanço tecnológico e sustentável da indústria de óleo, gás natural e biocombustíveis no Brasil.

 

28 de Maio de 2024

divulgação pos doc

No âmbito do PRH/ANP, o Programa de Formação de Recursos Humanos em Planejamento Energético em Óleo, Gás Natural e Biocombustíveis (PRH-41/ANP), vinculado ao Programa de Planejamento Energético (PPE) da COPPE/UFRJ, oferece bolsa de Pós-Doutorado para doutores interessados em atuar no setor de petróleo, gás natural, biocombustíveis e energias renováveis. As condições gerais que regem este programa são aquelas definidas pelo Programa de Formação de Recursos Humanos - PRH/ANP, cujas informações estão disponíveis no site da ANP e pode ser acessado neste link.

A seleção do bolsista é de competência do Programa de Planejamento Energético (PPE/COPPE/UFRJ). Para este processo seletivo, será concedida 1 (uma) bolsa de Pesquisador Visitante, no valor de R$ 7.880,00 por mês, por um período de 12 meses.

Inscrições até 26 de maio de 2024.

Os candidatos interessados em concorrer a bolsa devem manifestar interesse por e-mail, com a documentação para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Para leitura da chamada, acesse aqui.

13 de Maio de 2024

GraphicalAbstract

Temos o prazer de destacar a publicação do estudo "Road conditions and driving patterns on fuel usage: Lessons from an emerging economy" na revista Energy. Este estudo contou com contribuições valiosas dos bolsistas do PRH-41, Pedro Maia e Camila Callegari. A análise revelou que melhorias nas condições das estradas e práticas de eco-condução podem não apenas reduzir o consumo de diesel em até 4,52 bilhões de litros, mas também aumentar a eficiência do combustível em até 16% anualmente no Brasil.

Este trabalho sublinha a importância de investir em estradas de qualidade e em educação para motoristas como estratégias para promover a sustentabilidade no setor de transportes.

 

Parabéns, pessoal!

 

30 de Abril de 2024  

GraphicalAbstract

A aluna de doutorado Julia Crespo participou do Seminário de Mudanças Climáticas do Laboratório NEREUS da FEA USP. Coordenado pelo Prof. André Chagas, o evento contou também com a participação do Prof. Sandy Dall'erba, da Universidade de Illinois.

Durante sua apresentação, Julia abordou questões cruciais sobre as mudanças climáticas e seus impactos, como a transição para longe dos combustíveis fósseis e a necessidade de avaliação das externalidades negativas da indústria de O&G em casos de ruptura contratual e compensação. Infelizmente, os efeitos das mudanças climáticas estão cada vez mais evidentes, como as enchentes catastróficas que assolam o estado do Rio Grande do Sul. Apesar de muitas vezes serem desacreditados, como frequentemente retratado em filmes de desastres, os cientistas têm uma mensagem clara sobre a questão: eventos climáticos extremos serão cada vez mais frequentes e intensos. Neste sentido, somente através de esforços conjuntos entre cientistas, governos e sociedade podemos construir um futuro mais resiliente e sustentável.

Agradecemos à Julia Crespo por sua brilhante contribuição ao apresentar um panorama claro e fundamentado sobre os desafios que enfrentamos, além das oportunidades para mitigar e se adaptar a esses impactos. 

08 de Maio de 2024  

WhatsApp Image 2023 10 26 at 15.19.27

A doutoranda Julia Paletta Crespo participou hoje da defesa de qualificação de seu doutorado no Programa de Recursos Humanos em O&G. Em sua pesquisa, intitulada "O Phase-out do Setor de O&G: Uma Análise Sobre a Compensação dos Ativos sob Contrato", Julia investiga a viabilidade de um phase-out global do petróleo, incluindo aspectos como quantificação de ativos sob contrato e cenários de rescisão contratual.

Sob orientação do Prof. Dr. Alexandre Szklo, e com avaliação dos Professores Dr. Roberto Schaeffer e Dr. André Lucena, o trabalho de Julia explora metodologias consolidadas para valuation da compensação, além de discutir a legitimidade, ética e justiça envolvidas no conceito de compensação. A pesquisa também aborda a definição de regiões impactadas e analisa os efeitos macroeconômicos das perdas de receita e o impacto das compensações, sugerindo alternativas econômicas à atividade petrolífera.

Parabéns à Julia pela sua contribuição significativa às discussões sobre a transição energética global!

25 de Abril de 2024  

Topo